Fluoreto na água da torneira

                             Índice do Blog

O objetivo deste ensaio e determinar a quantidade do íon fluoreto na água filtrada da torneira.



Escrito e desenvolvido por Léo Corradini

O íon fluoreto é adicionado na água para fortalecer os dentes, porém a quantidade não pode ser excessiva, valores acima de 2ppm podem causar escurecimento dos dentes.

Teoria do ensaio:

Uma estratégia bastante usada para ensaiar o íon fluoreto é aproveitar a característica desse íon de sequestrar alguns metais, o zircônio é o mais usado.

Ligamos íons metálicos a corantes, isso muda a cor destes.
Então, quando o íon fluoreto retira o metal do corante, devolve a cor original, permitindo testes qualitativos e quantitativos.

Usei o reagente Scott-Sanchis para quantificar o fluoreto.

Modo de preparo do reagente Scott-Sanchis (1):

- Pesar 30mg de oxicloreto de zircônio (ZrOCl2.8H20) e dissolver em 5mL de água destilada.
- Pesar 7mg de alizarina sódica (C14H7NaO7S.H2O) e dissolver em 5ml de água destilada.
- Adicionar as duas soluções em um béquer sob agitação.

- Diluir 10mL de HCl concentrado em 40 mL de água destilada.
- Diluir 3,3mL de H2SO4 concentrado em 40 mL de água destilada.
- Juntar as duas soluções de ácidos e aguardar esfriar.

- Colocar a solução zircônio-alizarina num balão volumétrico de 100mL.
- Adicionar as soluções de ácidos no balão e elevar o volume até a marca com água destilada.

- O reagente fica pronto depois de ~ 60 minutos, quando a cor passa de avermelhada para amarela.

Modo de preparo do padrão de fluoreto:

- Dissolver 13,3mg de fluoreto de sódio em 30mL de água destilada.
Uma gota dessa solução tem ~10µg de íons fluoreto que corresponde a 1ppm em 10mL de água.

Modo de usar:

Usei quatro tubos de ensaio, sendo três com 10mL de água destilada cada e um com 10mL da amostra da água filtrada (2).
Em dois tubos pingar uma e duas gotas do padrão de fluoreto.
Finalmente, pingar dez gotas do reagente Scott-Sanchis em cada tubo.
Aguardar 60 minutos e comparar as cores.

Resultado:

A água filtrada apresentou uma cor que está entre aquela do tubo "0 ppm" e a do tubo "1 ppm".
Portanto a água testada não apresenta um valor excessivo de íons fluoreto.
Apesar das cores ficarem tênues, a sensibilidade do ensaio é muito boa.

(1) O reagente Scott-Sanchis é instável e deve ser guardado na geladeira, sua vida útil pode ser de 6 meses.

(2) É importante a água passar pelo carvão ativado do filtro para retirar o cloro que vai interferir no ensaio.



Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Radioatividade do filamento da Magnétron

Chumbo na fumaça

A radioatividade do Granito

Radioatividade na lâmpada fluorescente 2

Joule Thief

Índice do Blog:

Kit de Eletrônica da Philips