Postagens

Mostrando postagens de Janeiro, 2019

Vitamina C na Laranja Pêra

Imagem
Índice do Blog

Ensaio da quantidade de vitamina C na laranja pêra.



Escrito e desenvolvido por Léo Corradini

Teoria do ensaio:

A propriedade redutora da Vitamina C permite quantificá-la de forma relativamente simples.

Podemos titular a Vitamina C usando a boa e velha iodimetria, ou seja, usando uma solução de iodo com a concentração conhecida. 

A Vitamina C (Ácido Ascórbico) reage com o Iodo produzindo Ácido Dehidroascórbico e íons iodeto incolores.

Sabemos que um íon de Vitamina C (Ácido Ascórbico) reduz dois átomos de Iodo, transformando-os em íons iodeto incolores.

Assim, 1 mol de Ácido Ascórbico reage com 2 mols de átomos de Iodo e produz 2 mols de íons iodeto e 1 mol de íons de Ácido Dehidroascórbico.

Temos então que 176,13 gramas de Ácido Ascórbico reagem com 253,8 gramas de Iodo.

Padrão de iodo:

Fazer uma solução usando 25 mg de cristais de iodo e 1 g de iodeto de potássio dissolvidos em água destilada suficiente para 25 mL.




Dissolver primeiro o iodeto em 10 mL de água, depois acrescentar o…

Detector de Micro-ondas

Imagem
Índice do Blog

O objetivo desta postagem é mostrar o projeto de um detector de micro-ondas.

Escrito e desenvolvido por Léo Corradini.



Este dispositivo é capaz de detectar a presença de radiação na faixa de micro-ondas, desenhado para 2,45GHz.

Ele pode ser usado como um sniffer para sinais de 2,45GHz, ou seja, podemos verificar o vazamento de fornos de micro-ondas ou o funcionamento de modens de Wi-Fi.

Princípio de funcionamento:

O detector de micro-ondas consiste num dipolo de meia onda calculado e cortado para 2,45GHz  alimentando um retificador e dobrador de tensão com diodos Schottky para altíssima frequência (1SS99). 

Fórmula que define o comprimento da antena:

L = 0,95 ( 300 / F ) / 2

Onde:

L -> Comprimento da antena em metros.

F -> Frequência em MHz

L = 0,95 ( 300 / 2450 ) / 2


L = 0,05816 m ou 58,2 mm




A saída do detector produz uma tensão de corrente contínua proporcional ao nível da radiação eletromagnética captada pela antena.


Também incluí um LED que permite a rápida avaliação de sina…

Teste de Interface Térmica

Imagem
Índice do Blog

O objetivo desta postagem é apresentar o projeto de um dispositivo que permite verificar a eficiência de uma interface térmica.



Escrito e desenvolvido por Léo Corradini.

Na época dos processadores Pentium III, senti a necessidade de criar um teste simples e relativamente rápido para o acoplamento térmico entre o processador e o dissipador de calor.
O cristal de silício do processador é exposto e exige um cuidado extra ao se montar o conjunto dissipador/ventoinha sobre ele sob pena de lascar a CPU.

Então pensei em usar os "thermal pads", condutores térmicos de silicone que começaram a aparecer no mercado.
Eles eram macios e certamente ajudariam a proteger o cristal de silício na hora da montagem.




A conclusão que cheguei, na época, é que mesmo as pastas térmicas genéricas eram mais eficientes.
Hoje, acredito que os novos modelos de pads sejam melhores, isso será assunto para um futuro ensaio comparativo. 

O projeto consiste de um transistor MOSFET de potência ligado a u…