Vitamina C no Mamão Papaia

                                 Índice do Blog

Existe a crença popular de que a Vitamina C se perde facilmente, alguns acreditam que o simples fato de extrair o suco da fruta é suficiente para que ela desapareça completamente.



Escrito e desenvolvido por Léo Corradini

Neste ensaio vamos investigar a quantidade de Vitamina C na polpa do mamão papaia.

Teoria do ensaio:

A propriedade redutora da Vitamina C permite quantificá-la de forma relativamente simples.

Podemos titular a Vitamina C usando a boa e velha iodimetria, ou seja, usando uma solução de iodo com a concentração conhecida. 

A Vitamina C (Ácido Ascórbico) reage com o Iodo produzindo Ácido Dehidroascórbico e íons iodeto incolores.

Sabemos que um íon de Vitamina C (Ácido Ascórbico) reduz dois átomos de Iodo, transformando-os em íons iodeto incolores.

Assim, 1 mol de Ácido Ascórbico reage com 2 mols de átomos de Iodo e produz 2 mols de íons iodeto e 1 mol de íons de Ácido Dehidroascórbico.

Temos então que 176,13 gramas de Ácido Ascórbico reagem com 253,8 gramas de Iodo.

Procedimento:

Fazer uma solução usando 25mg de cristais de Iodo e 1g de Iodeto de Potássio dissolvidos em água destilada suficiente para 25mL.

Dissolver primeiro o iodeto em 10mL de água, depois acrescentar os cristais de Iodo.
O Iodo é pouco solúvel em água, porém sua solubilidade aumenta muito na presença de íons iodeto (pela formação de íons triiodeto).
Em seguida, elevar o volume para 25mL, temos uma solução com 1mg/mL.
O Iodo é volátil, guardar a solução em um frasco de vidro bem fechado.

Titulação:

Pesei uma amostra de 11,5 g de polpa e macerei com água destilada para um volume total de 100 mL.




Um pouco de algodão no fundo de uma seringa de 20mL ajudou na filtragem sob pressão do macerado.



Usei uma amostra de 10 ml do extrato filtrado, adicionei 3 gotas de uma solução de HCl e 4 gotas de Amido Solúvel 0,5%. 
O uso do Amido Solúvel aumenta muito a sensibilidade do ponto de viragem na titulação, porque o Iodo tinge de azul o Amido mesmo em uma concentração em que não poderíamos ver mais a cor avermelhada deste.



Enchi uma seringa de 1 mL até a marca de 1 mL com a solução de iodo, pinguei cuidadosamente a solução de iodo na amostra sempre misturando bem até a mudança de cor persistente. 



Nesse ponto parei de pingar a solução de iodo e anotei o volume gasto.  

Cálculo Estequiométrico:

Foi gasto 1 ml da solução de iodo (1mg/mL), então usamos 1 mg de iodo.

176,13(vitC) -> 253,8(iodo)
x---------------> 0,001g

x = (176,13 x 0,001) / 253,8

x = 0,0006939 gramas de Vitamina C na amostra testada (10 ml de filtrado).

No volume total do macerado (100mL) ou 11,5 g da polpa temos 0,0006939 x 10 = 0,006939 gramas (6,939 mg) de Vitamina C.

Resultado:

Temos, 6,939 mg / 11,5 g = 0,603 mg de vitamina C por grama de polpa do mamão.

A quantidade é um pouco maior porque um pouco da vitamina C ficou presa nas fibras.

Um mamão papaia tem cerca de 300 gramas de polpa e a nossa necessidade diária de vitamina C é 90 mg.
Então, podemos dizer que meio mamão é suficiente para suprir a nossa necessidade de vitamina C por um dia.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Radioatividade do filamento da Magnétron

Chumbo na fumaça

A radioatividade do Granito

Radioatividade na lâmpada fluorescente 2

Joule Thief

Índice do Blog:

Kit de Eletrônica da Philips