#057 - Pilha com eletrólito Humano

                           Índice do Blog

O objetivo deste ensaio é demonstrar que é possível fazer um relógio digital funcionar usando duas pilhas em série feitas com cátodo de cobre, ânodo de magnésio e o suor dos dedos como eletrólito.


Escrito e desenvolvido por Léo Corradini






A resistência elétrica de nossa pele, entre os dedos, fica em torno de 100 kohms.





O suor, na superfície da pele, funciona como um eletrólito porque contém sais dissolvidos.


Segurando um cátodo de cobre e um ânodo de zinco entre os dedos temos a geração de 0,76 volts.





Já com um cátodo de cobre e um ânodo de magnésio a tensão pula para 1,48 volts. 





Ligando duas pilhas com ânodo de magnésio em série é possível acender um relógio digital com display de cristal líquido, eles exigem muito pouca corrente para funcionar.




Ligando mais pilhas em série é possível acender também um LED.






Calculando a tensão real (Ep) das pilhas com Zinco e com Magnésio.



Onde:

Ep -> Tensão real da pilha
Rp -> Resistência da pele
Rm -> Resistência interna do voltímetro
EZn -> Tensão com ânodo de Zinco
EMg -> Tensão com ânodo Magnésio
I -> Corrente com o voltímetro ligado na pilha

Ohmímetro (azul) medindo a resistência interna do voltímetro (vermelho).

A resistência interna do voltímetro (Rm) é 11,078 Mohms.
                      

     Tensão real com ânodo de Zinco

Corrente (I) com ânodo de Zinco:


I = EZn / Rm


EZn = 0,7615 V


Rm = 11,078 Mohms


I = 68,7 nA


Queda de tensão (E) causada pela resistência da pele (Rp):


E = I x Rp


I = 68,7 nA


Rp = 100 kohms


E = 6,87 mV

A queda de tensão é pequena porque a resistência da pele é pequena em relação à resistência interna do voltímetro.


Tensão real da pilha com zinco:


Ep = EZn + E


EZn = 0,7615 V


E = 6,87 mV


Ep = 0,768 V


          Tensão real com ânodo de magnésio

Corrente (I) com ânodo de magnésio:


I = EMg / Rm


EMg = 1,4878 V


Rm = 11,078 Mohms


I = 134,3 nA


Queda de tensão (E) causada pela resistência da pele (Rp):


E = I x Rp


I = 134,3 nA


Rp = 100 kohms


E = 13,43 mV

Tensão real da pilha com magnésio:


Ep = EMg + E


EMg = 1,4878 V


E = 13,43 mV


Ep = 1,501 V


Veja também: A pilha de Zamboni





Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

#042 - Radioatividade do filamento da Magnétron #1

#037 - A radioatividade do Granito

#034 - Índice do Blog

#023 - Joule Thief

#038 - Chumbo na fumaça

#046 - Kit de Química da John Adams

#052 - Impressora Jato de Tinta