#036 - Categorização CAT

                                          Índice do Blog

O objetivo desta postagem é apresentar a categorização CAT

 Escrito e desenvolvido por Léo Corradini

Não faça isso em casa !




É comum encontrar à venda multímetros digitais chineses por R$20,00 até mesmo em supermercados.

Aqui vai um alerta, eles podem ser muito perigosos!


Nunca use esses aparelhos para fazer medições na rede elétrica seja ela de 127Vca ou, muito menos, na rede de 220Vca. 


Apesar de no corpo do aparelho estar categorizado para operação CAT II, ou seja, como sendo seguro para medições em redes elétricas domésticas internas, ele não tem a qualidade necessária para fazer esse tipo medida com segurança.


O que pode acontecer é a quebra da isolação das pontas de prova, pela baixa qualidade dos materiais usados, e colocar a pessoa em contato direto com a rede elétrica causando um choque que pode ser fatal.

Uma das pontas de prova desmontou ao ser retirada da tomada! 
No vídeo, a Ana Maria Braga tenta mostrar como medir a tensão de rede elétrica doméstica usando um aparelho de baixa qualidade.

Ela não conseguiu fazer a medida porque não tem a experiência necessária para achar, com as pontas de prova, os terminais metálicos dentro da tomada.

Então, a indicação no display ficou errática, ela achou que estava na escala errada e fez a mudança de escala com o aparelho ainda ligado.

Pode ter sido apenas uma brincadeira, mas alerta para o perigo de mexer com a rede elétrica.

Ela jamais deveria ter tentado explicar para as pessoas em rede nacional como fazer uma medida desse tipo, ainda mais usando um equipamento de baixa qualidade.  


https://www.youtube.com/watch?v=wQy84z4cxMU


Atualmente, é muito comum a comercialização OEM, ou seja, um fabricante produz para ser vendido para várias marcas.

Por exemplo, o fabricante chinês UNI-T fornece para várias marcas, inclusive com a marca própria e para duas brasileiras, Minipa e Icel.

 



Eu tenho esse aparelho com a marca original UNI-T e Minipa.

Apesar dele estar categorizado para CAT IV 600V e CAT III 1000V, eu mal confio neles para medidas CAT II !

 


Comprei esses aparelhos por terem a característica de Datalogger. 

Detalhe, a Minipa não ensina como calibrar, mas a UNIT-T, sim ! 

A categorização CAT visa a segurança do operador e não necessariamente do aparelho.


Assim, uma medida feita de forma errônea pode até destruir o equipamento, mas terá as proteções suficientes para não afetar o operador, desde que respeitada a categoria.


A categorização CAT leva em conta não só o valor nominal da tensão a ser medida, mas a expectativa de um transiente que poderia gerar um arco voltaico muito perigoso.

E se ocorrer um transiente no momento da medida, o aparelho corretamente categorizado evitará um arco voltaico que poderia até matar o operador.

A ocorrência de um arco voltaico é certamente o evento mais perigoso no momento da medida.

Temos que ter em mente a energia disponível para a geração desse arco, e isso, depende dos fusíveis e/ou disjuntores ligados a essa rede.

Como os disjuntores têm valores de correntes nominais maiores à medida que nos aproximamos da rede elétrica externa a chance de ocorrer um arco voltaico perigoso é também maior em tais redes.


Em outras palavras, um número de CAT maior indica um ambiente elétrico de maior potência disponível e também de transientes de maior energia.


O aparelho de medida corretamente categorizado tem isolações e fusíveis de proteção capazes de evitar o arco voltaico perigoso.





Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

#042 - Radioatividade do filamento da Magnétron #1

#037 - A radioatividade do Granito

#034 - Índice do Blog

#023 - Joule Thief

#038 - Chumbo na fumaça

#046 - Kit de Química da John Adams

#052 - Impressora Jato de Tinta