#006 - Quantificando a Vitamina C

                                      Índice do Blog

A Vitamina C não é produzida em nosso organismo e precisamos de uma quantidade relativamente grande dela diariamente para manter a boa saúde. 


 Escrito e desenvolvido por Léo Corradini




Existem dois carbonos opticamente ativos na molécula o que dá 4 isômeros, mas somente um deles é bioativo. 
As plantas e os animais, que a sintetizam, naturalmente, produzem o isômero ativo. 

Não podemos falar da Vitamina C sem citar Linus Pauling.

Linus Pauling (1901-1994) ingeria dezenove gramas de Vitamina C todos os dias e recomendava que as pessoas tomassem duas gramas.






Atualmente, o Linus Pauling Institute recomenda a ingestão diária de duas doses de 250mg, uma de manhã e outra à noite.

No entanto, para evitar o escorbuto e ter boa saúde, uma dose menor é suficiente (1).

Muitas pessoas, até mesmo da área de saúde, acreditam que a quantidade da Vitamina C, presentes nos sucos de frutas, oxida rapidamente com o tempo.


Algumas acham que esse tempo pode ser de apenas algumas horas para que ela praticamente desapareça do suco.


Para esclarecer essa questão decidi fazer alguns ensaios.


O primeiro ensaio foi de referência.


Usei uma solução com 100 mg de Vitamina C pura dissolvida em 100 ml de água destilada. 





Os ensaios foram espaçados de um semana, sempre guardando a solução protegida da luz porém à temperatura ambiente. 


A seguir, os resultados da concentração relativa de Vitamina C já em porcentagem:


01ª semana......86,5 % da inicial.

02ª semana......74,9 %
03ª semana......68,7 %
04ª semana......63,5 %
05ª semana......57,3 %
06ª semana......52,1 %
07ª semana......47,9 %
08ª semana......42,7 %
09ª semana......38,5 %
10ª semana......34,4 %

A solução levou 6 semanas para ficar reduzida a ~ 50 % da concentração inicial. 


Ensaio da quantidade de Vitamina C presente em um suco puro de laranja pera:







Foram feitos ensaios diários durante uma semana.

O suco foi mantido sob refrigeração e protegido da luz.

Resultados (mg Vit.C / mL de suco):


1º dia - 0,438

2º dia - 0,432
3º dia - 0,427
4º dia - 0,421
5º dia - 0,416
6º dia - 0,410
7º dia - 0,405

Portanto, houve uma perda de 7,5% em sete dias.


Baseado nesse ensaio, podemos concluir que a quantidade de Vitamina C em um suco de laranja reduz-se pouco ao longo de alguns dias.


A perda foi menor que no ensaio de referência com a solução de Vitamina C.


É possível que a acidez extra, devida ao Ácido Cítrico naturalmente presente no fruto, e a refrigeração tenham ajudado a preservar a vitamina. 

Para comprovar essas hipóteses serão necessários mais ensaios.

Como o ensaio foi feito:


Exemplo de ensaio para investigar a presença de Vitamina C na manga desidratada.





A propriedade redutora da Vitamina C permite quantificá-la de forma relativamente simples.


Podemos titular a Vitamina C usando a boa e velha iodimetria, ou seja, usando uma solução de Iodo com a concentração conhecida. 


A Vitamina C (Ácido Ascórbico) reage com o Iodo produzindo Ácido Dehidroascórbico e íons iodeto incolores.


Sabemos que um íon de Vitamina C (Ácido Ascórbico) reduz dois átomos de Iodo, transformando-os em íons iodeto incolores.


Assim, 1 mol de Ácido Ascórbico reage com 2 mols de átomos de Iodo e produz 2 mols de íons iodeto e 1 mol de íons de Ácido Dehidroascórbico.


Temos então que 176,13 gramas de Ácido Ascórbico reagem com 253,8 gramas de Iodo.


Procedimento:

Fazer uma solução usando 25mg de cristais de Iodo e 1g de Iodeto de Potássio dissolvidos em água destilada suficiente para 25ml.


Dissolver primeiro o iodeto em 10ml de água, depois acrescentar os cristais de Iodo.

O Iodo é pouco solúvel em água, porém sua solubilidade aumenta muito na presença de íons iodeto (pela formação de íons triiodeto).
Em seguida, elevar o volume para 25ml, temos uma solução com 1mg/ml.




O Iodo é volátil, guardar a solução em um frasco de vidro bem fechado, com uma vedação de teflon na tampa.

Titulação:




Pesei 1,212g da fruta seca e macerei com 10ml de água.






Usei uma amostra de 3 ml do extrato filtrado, adicionei 3 gotas de uma solução de HCl e 4 gotas de Amido Solúvel 0,5%. 

Enchi uma seringa de 1 ml (usada para insulina) até a marca de 1 ml com a solução de Iodo, pinguei cuidadosamente a solução de Iodo na amostra sempre misturando bem até uma mudança de cor persistente. 

Nesse ponto parei de pingar a solução de Iodo e anotei o volume gasto.  




O uso do Amido Solúvel aumenta muito a sensibilidade do ponto de viragem na titulação, porque o Iodo tinge de azul o Amido mesmo em uma concentração em que não poderíamos ver mais a cor avermelhada deste.

Cálculo Estequiométrico:


Foram gastos 0,25 ml da seringa, como nossa solução de Iodo tem 1mg/ml, então usamos 0,25 mg de Iodo.


176,13(vitC) -> 253,8(Iodo)

x-------------> 0,00025g

x = (176,13 x 0,00025) / 253,8


x = 0,0001734 gramas de Vitamina C na amostra testada (3 ml de filtrado).


No volume total do macerado (10ml) ou 1,212g da fruta desidratada temos 0,000578 gramas (0,578 mg) de Vitamina C.



Portanto, temos 0,477 mg de vitamina C por grama de fruto desidratado.


Na embalagem do produto encontramos: 21 mg de Vitamina C por porção de 50 gramas.


O valor encontrado neste experimento (23,84 mg por 50 gramas) está muito próximo do ensaiado pelo fabricante. 

Um pouco de algodão no fundo de uma seringa de 20ml ajuda fazer a filtragem sob pressão do macerado.




Valores encontrados em vários ensaios (mg Vitamina C/g): 


- Acerola............................14,13


- Goji Berry........................1,56 (*)


- Kiwi................................1,32


- Caju................................0,81


- Goiaba............................0,72


- Coquinho.........................0,70 (**)





- Manga Espada..................0,69

- Manga Palmer..................0,62


- Laranja Bahia...................0,48


- Laranja Pêra.....................0,44 


- Limão Siciliano..................0,42


- Limão Taiti.......................0,32


- Mexerica Ponkan................0,24


- Pitanga............................0,21 (**)


- Limão Rosa.......................0,15


- Tomate............................0,15


- Cranberry.........................0,09 (*)


- Manga Tommy..................0,077


(*)  - Fruto seco


(**) - Polpa

Fiquei surpreso com a grande quantidade de Vitamina C presente na polpa do coquinho.





Usei massa de biscuit para fazer a molécula da vitamina C (ácido ascórbico).





- Pretas para o carbono com 2,6g.

- Azuis para o oxigênio com 2,2g.
- Brancas para o hidrogênio com 1g.

Para as ligações usei linha de pesca de náilon com 1mm de diâmetro.


Geralmente, usa-se a cor vermelha para o oxigênio, mas prefiro o azul.

O vermelho combina mais com o nitrogênio.


(1) Ingestão de Vitamina C recomendada (mg/dia), valores RDA.

RDA -> "Recommended dietary allowance".

Mulheres:

Crianças................. 1-3 anos.....15 
Crianças.................. 4-8anos.....25 
Crianças............... 9-13 anos.....45 
Adolescentes.......14-18 anos.....65 
Adultas........19 anos ou mais.....75 
Fumantes....19 anos ou mais....110 
Grávidas...18 anos ou menos.....80 
Grávidas......19 anos ou mais.....85 
Lactantes.18 anos ou menos....115 
Lactantes....19 anos ou mais....120 

Homens:

Crianças.............. 1-3 anos......15
Crianças.............. 4-8 anos......25
Crianças............ 9-13 anos......45
Adolescentes....14-18 anos......75
Adultos.....19 anos ou mais......90
Fumantes.19 anos ou mais.....125

Mais informações sobre a vitamina C:


http://lpi.oregonstate.edu/mic/vitamins/vitamin-C









Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

#042 - Radioatividade do filamento da Magnétron #1

#037 - A radioatividade do Granito

#034 - Índice do Blog

#023 - Joule Thief

#038 - Chumbo na fumaça

#046 - Kit de Química da John Adams

#052 - Impressora Jato de Tinta